28 de abril de 2016

nAdAeTuDo

de nada me vale o tempo sem paz
de nada me vale a paz sem sonho
de nada me vale o sonho sem sol
de nada me vale o sol sem sorrir
de nada me vale sorrir sem chão
de nada me vale o chão sem leito
de nada me vale o leito sem amor
de nada me vale o amor sem ti

Em ti, 
o meu amor 
é leito 
e chão 
que me faz sorrir
entre o sol
e o sonho
da paz

AMo-te

2 comentários:

Maria disse...

Gosto deste pôr-de-sol......

:)

mar disse...

lindo... eu amo viver simplesmente....

PoDeSeR

Pode ser que os dias sejam apenas ilusões Pode ser que cada sonho se limite ao sumo das canções Pode ser que um poema consiga abrir o mar Po...