28 de fevereiro de 2013

NoLeIt0d0tEuSoRrIs0

No leito do teu sorriso existe um sonho. Uma ternura tão quente que às vezes queima. Mas teima em sonhar-se ao abrigo de um azul que sorri. No leito do teu sorriso onde me deito.

17 de fevereiro de 2013

n0cAmInHoDoSs0nHoS

No caminho dos sonhos
Moram gargalhadas, lágrimas
Voltas e danças de rodar a alma.
O caminho dos sonhos
É uma inquietação calma...

No caminho dos sonhos
Cantam gritos e amores
Mãos de abraçar o mundo
O caminho dos sonhos
É um beijo profundo...

No caminho dos sonhos
Moro eu e tu e eu e tu e nós
Cúmplices do mar e da vida.
O caminho dos sonhos
É a nossa partida!

16 de fevereiro de 2013

pErDiDo

Cada desilusão que o meu peito inventa
Transforma-se em tempestade sem norte
E o meu coração aguenta
A noite sangrenta
Raspando o seu caminho de morte
Nada em mim é tão forte...
Sou um pobre vagabundo embriagado
Que passa pela vida do outro lado
Efémero solitário calado
Nos gritos de versos sem valor
Sou um pobre vértice do amor
Perdido em si e no seu calor...

eXiStE

Não existe o mar que fica
Não existe o mar que vai
Existe o mar que é!

11 de fevereiro de 2013

Ac0nStRuÇã0qUeEmNóSfAzEm0sDiA


Trago-te de mão dada, no tapete da areia
Onde nos deitamos como vida que se anuncia
Quero-te tanto, passo a passo
Na construção que em nós fazemos dia
\
 Guardo-te no meu corpo ainda quente
Onde nos deitamos como sossegos de magia
E cada noite se renova no abraço das ondas
E na construção que em nós fazemos dia
\
Amo-te tudo na dança que sorri
Onde nos deitamos em forte alegria
E assim sigo cantando cada pedaço do mundo
Na construção que em nós fazemos dia  
Abraço

6 de fevereiro de 2013

oNdA


O que fica depois da onda?
A chegada? Uma nova viagem?
Apenas memórias perdidas?
Ou a descoberta?
O que fica, se tudo o que vejo tem a forma incerta…?

3 de fevereiro de 2013

CoLo

Adormeci junto ao sol quente
O dia corria-me no corpo e no coração
Sei-me embalo de um tempo presente
No abraço da ternura em cada mão

Delicio-me assim, vida fora
Como quem renasce forte a cada dia
Por entre o sossego que fica e se demora
Anunciando mais um momento de magia!

aLuCiNaÇã0

Prometo-te um poema de amor, meu amor. Sim, hei-de chamar-te "meu amor"... Posso, meu amor? Gosto da palavra "amor&quo...