14 de novembro de 2012

aMoReToRrAdAs

Nosso tempo, calor e magia
Que se faz a cada saudade
Um abraço de ternura e alegria
Um sorriso de pele na eternidade

Momentos apenas, a vida inteira!
Tu és um poema em mim
Feito lágrima, silêncio e brincadeira
Coberto de um sonho que não tem fim

Canto sem parar e sem me cansar
Na escrita que faço de mãos dadas
Este é o meu beijo, o nosso mar:
Amor e torradas!

1 comentário:

Maria disse...

E café com leite :))))))

Lindos!

aLuCiNaÇã0

Prometo-te um poema de amor, meu amor. Sim, hei-de chamar-te "meu amor"... Posso, meu amor? Gosto da palavra "amor&quo...