14 de maio de 2013

uMdIa

Fico atordoado no silêncio do vazio.
Um dia serei rio
E saberei correr.
O meu leito é um manto
Pedaço do canto
Onde me faço viver
E onde hei-de morrer.

1 comentário:

mariam disse...

Belo.

e, já és rio!

beijinhos :)
mariam

aTuAaUsÊnCiA

A tua ausência morde-me o tempo e já não sei muito bem contar. Contar os dias que faltam ou contar os passos obrigatórios. Sabes que o me...