2 de novembro de 2014

Am0rSeMpReNoVo

Corre, corre no meu peito o teu amor
Na água límpida da felicidade
Pedra a pedra me invento e sei
Que um dia assim é a verdade
de me ser pele, luz e calor

Canta, canta nos meus olhos o teu sorriso
Abraço e beijo de ficar
Passo a passo é força que vai
Abrir em mim o céu e o mar
E em tudo ser o que preciso!

1 comentário:

Maria disse...

É. Em cada amanhecer...

aLuCiNaÇã0

Prometo-te um poema de amor, meu amor. Sim, hei-de chamar-te "meu amor"... Posso, meu amor? Gosto da palavra "amor&quo...