28 de novembro de 2014

Há o mar e todo o sonho que bebemos
Há o sonho e todo o calor com que nos temos
Há o calor e cada sorriso nos olhos de amar
Há os olhos e o regaço quente sempre a abraçar
Há o regaço e a flor em tom primaveril
Há a flor, toda a força de (teu) abril
Há a (tua) força tatuada na minha pele às vezes fria
Há esta pele de te ter, minha querida Maria
Porque só assim vale a pena tudo o que há
Porque só valendo a pena a vida se dá

2 comentários:

mar disse...

a vida só se dá a quem se deu...
muito profundo...
bjo

Maria disse...

AMO-TE!

Beijo.

PoDeSeR

Pode ser que os dias sejam apenas ilusões Pode ser que cada sonho se limite ao sumo das canções Pode ser que um poema consiga abrir o mar Po...