14 de abril de 2012

mEuViVeR

Que da minha boca nasce em flor
Pintada dos tons de te amar assim
Sei-te sorriso que desagua em mim
Como um rio que navega sem fim
Por entre os trilhos do nosso amor


Que do meu beijo se aqueça o coração
Cada vez mais como um mar
Que se faz ao areal de nos aconchegar
Na ternura que me dá o teu olhar
Quando me sussurra mais um verso desta paixão


Que de tudo se faça o segredo de tanto ser
O grito alegre que trago nos passos
Nos meus sonhos nus e descalços
Aberto aos frutos e aos abraços
Que te canto no fundo deste meu viver!

1 comentário:

Maria disse...

Sem comentários.
Mas um enorme sorriso...

Abraço-te.

m0rAsEmMiM

Moras na solidão mas os teus olhos são de mar Moras na solidão mas o teu bairro é a tua voz Moras na solidão mas o teu corpo é de bail...