3 de fevereiro de 2013

CoLo

Adormeci junto ao sol quente
O dia corria-me no corpo e no coração
Sei-me embalo de um tempo presente
No abraço da ternura em cada mão

Delicio-me assim, vida fora
Como quem renasce forte a cada dia
Por entre o sossego que fica e se demora
Anunciando mais um momento de magia!

3 comentários:

Maria disse...

Foi com certeza um dia pleno, cheio de momentos mágicos e de abraços.....

:)

Relicário disse...

Aquarela solar diante dos olhos, tinha mesmo que ser (c)asa no abraço. Só tinha.

Coisa linda!

Beijo na alma,
Sam.

OUTONO disse...

...há abraços de magia, que fazem palavras em compassos de poemas.
Abraço!

m0rAsEmMiM

Moras na solidão mas os teus olhos são de mar Moras na solidão mas o teu bairro é a tua voz Moras na solidão mas o teu corpo é de bail...