23 de março de 2014

aMaR-tE

O céu todo em cada magia
O sonho capaz no olhar
Sorrir-te no aconchego do dia
Amar-te é também respirar

O tempo todo em cada sussurro mais
O desejo mais que tanto
Querer-te quando vens e quando vais
Amar-te é ser nuvem e é ser manto

A vida toda em cada abraço
O abraço que é tudo e é vida
Ser-te caminho, paisagem e passo
Amar-te é a viagem mais querida

1 comentário:

Parapeito disse...

só assim a vida tem sentido, com esta forma de amar.
brisas doces *

m0rAsEmMiM

Moras na solidão mas os teus olhos são de mar Moras na solidão mas o teu bairro é a tua voz Moras na solidão mas o teu corpo é de bail...