23 de março de 2014

aMaR-tE

O céu todo em cada magia
O sonho capaz no olhar
Sorrir-te no aconchego do dia
Amar-te é também respirar

O tempo todo em cada sussurro mais
O desejo mais que tanto
Querer-te quando vens e quando vais
Amar-te é ser nuvem e é ser manto

A vida toda em cada abraço
O abraço que é tudo e é vida
Ser-te caminho, paisagem e passo
Amar-te é a viagem mais querida

1 comentário:

Parapeito disse...

só assim a vida tem sentido, com esta forma de amar.
brisas doces *

aLuCiNaÇã0

Prometo-te um poema de amor, meu amor. Sim, hei-de chamar-te "meu amor"... Posso, meu amor? Gosto da palavra "amor&quo...