15 de agosto de 2016

v0lTa

Volta. Que o mundo parece ficar mais fraco sem ti. Sem esse sorriso que abraçava a tua voz rouca e sábia. Um dia sei que voltarás.
Volta. Que o meu corpo às vezes cai. Ainda sinto a tua mão a segurar-me, mãe...

1 comentário:

Maria disse...

Sentirás sempre. Porque do amor, dos amores, sabes, sabemos. Voltar não volta, embora aceite a frase que escreveste. Mas os meus pés estão mais enterrados na terra do que os teus e sei que não volta. Ninguém volta. Apenas nas nossas memórias... Por isso sentes a mão dela a segurar-te.

Abraço-te.

rEgReSs0a2012...

As palav r as que perdem o sent i do no vento são como pequenas pétalas de fino papel: tremendamente belas, parecem e t ernas, mas acabam ...