21 de dezembro de 2008

aMiNhAcAlÇaDa


A minha calçada é um manto frio
Que me cobre de inquietação
Foge-me dos pés, em forte arrepio
Curva-se-me em lágrima e canção
A minha calçada é um caminho passado
Uma maré de encher o peito
Cobre-me o sonho de tudo em mim ser pesado
Vertigem da voz rouca e do olhar defeito
Hoje morro na minha história
Mais um passo enfraquecido e cinzento
Há uma dor em cada acordar desta memória
Que a madrugada é um fogo que arde, se vê e não aguento
Talvez vá. Para sempre. Eternamente.
Em busca de uma outra poesia em mim...
As palavras que nos uniram... tudo o que se sente
É um comboio que viaja entre a partida e o fim.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Deixo-vos, neste momento, assim. Até um dia. Um beijo especial à Raquel (que para aqui me trouxe...), à MariaP, à Maria, à Som do Silêncio, Luísa, ao Brain, à Paula Raposo, à Júlia, à Manuela, à Lúcia, à Dulce, à Lídia, ao Jorge, à Velas, à Nuvem e aos outros tantos que por aqui se deixaram unir durante estes dois anos e pouco.
Que a ausência não nos desuna!
25 de Abril Sempre!

28 comentários:

Maria disse...

Qual é o sabor de um beijo
que sentido fazem as palavras
quando o corpo arde em desejo
e o amor nos foge, em golpes de asas

Porque é que tudo tem de ter um fim
se te preciso para respirar
fica o meu manto para te cobrires assim
no vai e vem das marés da vida, do (a)mar.

Obrigada por todas aspalavrasquenosuniram.
Um beijo grande, Pedro

Apenas eu disse...

não tenho grande jeito para escrever o que me vai na alma. demonstro-o através de palavras feitas em gestos de carinho.

sempre gostei do comboio para viajar, eu e os comboios temos historias (um dia conto-te), por isso vê se tiras o bilhete de ida e volta.

fazes-me falta aqui.

Obrigada pelas palavrasquenosniram.

Um beijo e um abraço.
M.

Júlia Coutinho disse...

Tenho muita pena que termines este projecto.
Mas até entendo...

Beijos, amigo!
25 de Abril, Sempre!

cristal disse...

Pedro

Que palavras dizer?
Não sei mesmo...só que estou triste!
e
.
.
Espero que volte depressa...

Obrigada por todos os momentos de poesia,por todos os momentos de palavrasquenosuniram

Deixo-lhe um Abraço amigo

mariam disse...

Pedro,
... e, que a porta fique sempre aberta... à poesia...

se é o melhor para o Pedro, vai, mas volta, pleeeease :)
"Que a ausência não nos desuna"e "25 de Abril Sempre!"

um apertado abraço, uma lagrimita e o meu sorriso (hoje triste) :(

mariam

pin gente disse...

já aqui estive ontem... saí

voltei hoje, assim... para te agradecer. para te dizer que foi muito bom teres estado a meu lado no sábado. para te dizer que foi mais um momento de palavras em união. obrigada, pedro... assim, eternamente.
.
.
.
.
.
.
o eternamente existe, sei que sim! existe nos momentos de ternura, nos sonhos reais e imaginários... o eternamente acontece na vida e permanece na memória, no sangue e no coração. o eternamente está no "o outro lado", no "escolhas", no "faz de conta" entre muitos e tantos outros momentos (e)ternos. as palavras nunca deixarão de nos unir... a nós... a todos! não haverá ausência que o permita.

obrigada pelo beijo
um abraço apertado, daqui até à lua ir e vir, ir e vir... como o abraço de todas as criança (explicado pela distância física).

luísa

Paula Raposo disse...

Obrigada Pedro por estas palavrasquenosuniram e que com tanto gosto as caminhei. Até um dia. Beijos.

Maria P. disse...

Pedro,
aspalavrasnosunemsempre...

Beijos*

dulce disse...

Pedro,

Obrigado pelaslindaspalavrasquenosuniramparasempre!

Beijo

Dulce

Caçadora de Emoções disse...

Pedro,
Gostaria que as suas palavras continuassem a unir-nos, mas aceito que queira afastar-se...
A poesia há-de sempre fazer parte da sua pele, dos seus sentidos. Acabou por me tocar.
Desejo-lhe, hoje e sempre, o melhor. Viva as emoções que estão dentro de si!
Feliz Natal, bem rodeado por quem mais gosta.

Abraço apertado :)

Twlwyth disse...

Pedro,

Vou ter saudades destas palavras.

Beijo

gabriela rocha martins disse...

irá ser difícil não clicar em "Das palavras que nos unem", mas estou certa de que, de facto, se há coisa que nos ligam - TAMBÉM - são as palavras


até breve ,Pedro ,[re encontro.te mesmo se não clicar]


.
um beijo

Filó disse...

Pedro,

Tenho a certeza que daspalavrasnosunem....nos UNEM...
.........
.........
.........
Volte breve...
UM beijo de muito carinho,

Putty Cat disse...

:(




.....

Montanha Azul disse...

...até breve! :-)
Obrigada por partilhares tantas palavras bonitas.
Um beijinho de amizade

Lídia disse...

... um abraço que nunca te dei. Para mim, assim o espero, será um até breve.

Maria P. disse...

Porque sabes que não estou no Outro Lado, mas sempreaqui, hoje um beijinho doce para ti...

Lyra disse...

Venho desejar um Feliz Natal, cheiínho de prendinhas e um Excelente 2009, replecto de carinho, boa disposição e sucesso!

Beijinhos de Boas Festas

Lyra

;O))))))

mariam disse...

aqui voltei,
Felicidades e Afectos nesta quadra Natalícia, prolongando-se por todo o ano 2009, são os meus votos.

um abraço
:)
mariam

cristal disse...

Olá Pedro

Hoje venho só desejar-lhe um Feliz Natal com tudo de bom ( saúde, paz, harmonia, ternura) para si e para os seus.

Um Abraço

Maria disse...

Hoje deixo-te um pouco do Ary

"Natal é em Dezembro
Mas em Maio pode ser
Natal é em Setembro
É quando um homem quiser
Natal é quando nasce
uma vida a amanhecer
Natal é sempre o fruto
que há no ventre da Mulher"

... e um grande abraço, nosso.

Um beijo, Pedro

Som do Silêncio disse...

Olá Pedro

De facto uma surpresa entrar aqui e ler o que li.
Ao longo destes dois anos e pouco, muito nos deste, e pela parte que me toca, só te posso dizer obrigada por me deixares partilhar este teu espaço de tanta poesia...e tão teu!
Existe de facto a frase que tudo tem um príncípio e um fim, mas em certas situações não a gosto de utilizar, preferindo de facto o "até já".
A escrita corre-te nas veias, e como tal, não acredito no fim deste espaço. Acredito que precises de espaço, todos o necessitamos, mas colocar o ponto final...não.

No Outro Lado estarei, sempre, sabes disso!
Não me despeço, não o quero fazer, não coloco ponto final
Prefiro deixar um "até já!", onde deixa sempre no ar...o regresso.

Deixo-te o meu beijo,
Som

Babes disse...

Nunca comentei os teus post's, mas amei cada um deles.
Volta, por favor. Não nos prives desse mar de palavras onde mergulhamos a Alma.

Beijo

Hoje sem amanhã disse...

Olá

Que o melhor de hoje...seja o pior de amanhã...
Que 2009 te traga tudo o que sonhas...

Beijo Grande :)

as velas ardem ate ao fim disse...

As pedras da tua calçada são tb as minhas!

um bjo de e para sempre

Conceição Bernardino disse...

"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram,
mas na intensidade com que acontecem.
Por isso existem momentos inesquecíveis,
coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis".
(Fernando Pessoa)
Venho desejar um Feliz Ano Novo e dizer que no ano de 2009 estarei mais presente no teu Blog.
Conceição Bernardino

LUZ disse...

Obrigada para sempre, Pedro

Um beijo, Lina

raquel disse...

oh!
não li ainda os comentários mas fui apanhada de surpresa com esta despedida que há muito sei que poderia acontecer, mas não queria nunca que chegasse o dia!
bom, se é mesmo esta a tua decisão, aqui vai um abraço de despedida "bloguística" e um abraço nestas palavras que nos uniram de mais esta maneira.
o que me descansa é a certeza de que continuarás a escrever, como sempre fizeste antes de aqui chegares e sei que partilharás o que quiseres partilhar.
um abraço bem bem apertadinho e um sorriso imenso, de alma cheia, até já!

aTuAaUsÊnCiA

A tua ausência morde-me o tempo e já não sei muito bem contar. Contar os dias que faltam ou contar os passos obrigatórios. Sabes que o me...