30 de julho de 2010

Parabéns, minha querida mãe!


Ouve, minha mãe. Ouves-me a cantar no cimo da serra? Hoje as minhas lágrimas são sorrisos; flores cheirosas e um andar de rainha. És tu. Cada palavra solta é um retrato do nosso sangue, da nossa história. Cada inquietação que o meu peito brota, mais uma árvore que dará aquele fruto maduro e doce que se come à beira-rio. Ouves-me, minha mãe? Que vives tanto na minha pele... Só em mim. Agora és só minha, pois a tua vida em mim só eu a sei. E canto. Hoje para ti, minha mãe. Aqui no cimo da serra. Onde o tempo pára para nos abraçar. Onde o céu se faz sémen de vida. Desta vida que eu, minha mãe, te invento dentro de mim. Ouves?

11 comentários:

Maria disse...

Queria ter palavras para ti, mas não tenho. Não hoje.
Sentes o meu cheiro? Respiro-te por cada poro da minha pele, que tu vestiste. Eu sou duas peles, a minha e a tua. E o tempo corre e a tua pele ainda está em mim. Fica. És só meu porque te engoli, e agora dormes em mim e canto-te todas as noites canções de ninar. Até que adormeces abraçado a mim. Cá dentro.
Às vezes passeamos à beira mar e ris com as ondas que te refrescam os pés que só eu vejo. Apanhas conchas e fazes-me um colar de amor que nos une ainda mais. Como se este mais fosse possível, porque já é tudo. Viverás enquanto eu viver, porque o amor só acaba quando eu deixar de existir... e da saudade que te tenho não sei a medida...
Não me chames, eu vou já...

A CONCORRÊNCIA disse...

Beijo grande Pedro.

Ana disse...

Ouve...

dulce disse...

Meu querido amigo, deixo-lhe um beijo e um abraço muito apertado!

Dulce

nice disse...

Beautiful,beautiful...beautiful!

cristal disse...

Pedro


Abraço GRANDE,GRANDE,GRANDE...

mariam disse...

Pedro,
É linda! a tua sentida homenagem.

um grande abraço
mariam

Filoxera disse...

Tens razão, agora a tua mãe é só tua. Só tu a podes sentir sempre aí dentro, só tu a podes cantar e recordar no orgulho que não se esvai.
E ela continua a viver porque a pensas, a transmites, a homenageias.
Um beijinho, Pedro.

Parapeito disse...

Se o Pedro VIVER...Ela ouve...Ela vê...Ela sente...
Brisas doces ********

Apenas eu disse...

Ouve sim.
Ouve Tudo.
Está na tua pele esse amor que se sente.

um grande beijinho

Ailime disse...

Sim, a mãe ouviu e está sempre junto ao seu filho a dizer-lhe "filho eu estou bem. Grata pelo teu canto".
Beijinhos.
Ailime

LeGeNdA

Pac-man e suas princesas