23 de outubro de 2012

ViDa

Vou lançar o meu sorriso ao rio
Fechá-lo na liberdade da sua viagem
Essa, que me transborda a alma em arrepio
E planta uma flor à passagem
A tua cidade, força de jardim banhado
No perfume que da pele se exalta
E tudo é amor abençoado
Onde existo, que faz falta
Assim, 
Entre passos nossos de voo tranquilo
Sementeiras de magia feita vida
Fico em ti e não vacilo
Por isso te amo nesta medida!   

1 comentário:

Maria disse...

Não me obrigues a mergulhar neste rio para ir buscar o teu sorriso...
E sim, todo o amor é sagrado. O amor de amigo, o amor sempre presente. Por isso te amo assim: sem medida!

aTuAaUsÊnCiA

A tua ausência morde-me o tempo e já não sei muito bem contar. Contar os dias que faltam ou contar os passos obrigatórios. Sabes que o me...