25 de julho de 2013

dEs0rAs

Que caiam os ardores do mundo!
Que soam as batidas do sofrimento!
Se nos passos deste amor profundo
Tudo é ânsia e pensamento...

Que se cantem os hinos do mar!
Que se raivam as salivas do leito!
Se nas palavras de cada esperar
Tudo é demasiadamente (im)perfeito...

Que morram os eternos amantes!
Que se calem os silêncios demais!
Se nos cantos mais dançantes
Tudo são insossegos gastos e triviais...

Que me consuma cada pedaço de flor!
Que os escombros se levantem em mim!
Se nos sonhos que me deste, amor
Tudo são aromas de inventar um jardim...

Sem comentários:

PoDeSeR

Pode ser que os dias sejam apenas ilusões Pode ser que cada sonho se limite ao sumo das canções Pode ser que um poema consiga abrir o mar Po...