9 de julho de 2013

eMfReNtE


Porque o poema é luz, sol e lua
Porque a vida somos nós, a cada passo
Faz dos teus caminhos a viagem tua
Deixa-te sorrir à tristeza e ao cansaço
Porque o mundo tem a nossa cor
Porque a estrada é mesmo para andar
Faz os teus olhos fonte de ternura e amor
Deixa-te ser mais uma onda no vai-e-vém do mar 


Fotografias da minha querida amiga Cláudia Correia, gentilmente cedidas para este texto. 

2 comentários:

Maria disse...

Não mais uma onda, mas A onda de mar onde queres mergulhar, respirar, amar...

OUTONO disse...

...a cor da tua palavra...no vagueio do sonho...

Abraço!!

PoDeSeR

Pode ser que os dias sejam apenas ilusões Pode ser que cada sonho se limite ao sumo das canções Pode ser que um poema consiga abrir o mar Po...