28 de agosto de 2014

s0rRiSo

Podes ouvir o silêncio das palavras,
Tudo o que tenho e preciso.
Sabes que se o amor tem cheiro
Tem o cheiro do meu sorriso...

Podes cantar as madrugadas e os tempos,
Arrancar uma dor sem aviso
Sabes que na chuva das canções
Encontras o sabor do meu sorriso...

Podes chamar o passado em cada lembrança,
Abrir o peito em noites sem juízo
Sabes que nunca te falta nem esquece
Esta corrente tua, feita alma no meu sorriso...

1 comentário:

Maria disse...

É verdade. Sempre que eu quero vejo o teu sorriso... e sinto o teu abraço!

m0rAsEmMiM

Moras na solidão mas os teus olhos são de mar Moras na solidão mas o teu bairro é a tua voz Moras na solidão mas o teu corpo é de bail...