30 de março de 2017

Am0rCoNf0rMaDo

vamos tendo a vida que temos
entre o trabalho e o sofá
e sem darmos conta esquecemos
o que houve e o que há

as panelas ao lume estão
entre máquinas por fazer
assim bate o coração
já prontinho p'ra esquecer

nem o chão está por lavar
nem a roupa por passar
anda tudo controlado
Até o amor está conformado

vamos indo sem saber onde
na euforia das solidões
como um vagabundo que se esconde
entre teatros e canções

os tapetes bem passadinhos
a fruta pronta a servir
andam todos entretidinhos
Sem saber o que está para vir

nem o chão está por lavar
nem a roupa por passar
anda tudo controlado
Até o amor está conformado

1 comentário:

Bia disse...

Este texto fez me lembrar algo que li ...
"dizem que andar de mota é perigoso, perigoso é a vida passar e percebermos que a passamos sentados no sofá..."

Gostei muito de ler até porque me revi...

m0rAsEmMiM

Moras na solidão mas os teus olhos são de mar Moras na solidão mas o teu bairro é a tua voz Moras na solidão mas o teu corpo é de bail...