30 de março de 2017

Am0rCoNf0rMaDo

vamos tendo a vida que temos
entre o trabalho e o sofá
e sem darmos conta esquecemos
o que houve e o que há

as panelas ao lume estão
entre máquinas por fazer
assim bate o coração
já prontinho p'ra esquecer

nem o chão está por lavar
nem a roupa por passar
anda tudo controlado
Até o amor está conformado

vamos indo sem saber onde
na euforia das solidões
como um vagabundo que se esconde
entre teatros e canções

os tapetes bem passadinhos
a fruta pronta a servir
andam todos entretidinhos
Sem saber o que está para vir

nem o chão está por lavar
nem a roupa por passar
anda tudo controlado
Até o amor está conformado

1 comentário:

Bia disse...

Este texto fez me lembrar algo que li ...
"dizem que andar de mota é perigoso, perigoso é a vida passar e percebermos que a passamos sentados no sofá..."

Gostei muito de ler até porque me revi...

PoDeSeR

Pode ser que os dias sejam apenas ilusões Pode ser que cada sonho se limite ao sumo das canções Pode ser que um poema consiga abrir o mar Po...