19 de maio de 2010

CéUdEeStReLaS (tAnGo)

Dança na noite perto do peito
Carrega toda a sua história num passo
Num gesto de ave,
Suave
E desfeito
No pó do amor, dos calos e do cansaço

O céu de estrelas e sorrisos de calor
O aconchego do toque de um tango ardente
Dança junto ao rio,
Frio
Lágrima de amor
Que corre em mim, em ti, em toda a gente

Eterniza-se a canção, a cidade e o olhar vagabundo
Nas voltas e revoltas dos corpos e solidões
Marés que consomem,
E comem
Cada abraço do mundo
Entre restos de nós, partos e vagas aos tropeções

Vale a pena esta maré forte de intenso apertar!
Qualquer coisa de sangue, qualquer coisa de sal e mar...
Por onde me perco dias sem fim fora de mim como se fosse
Carregar todos os pesos da morte amarga e doce
Com que pinto os contornos trémulos deste sorriso
Ternura acesa, momento forte e preciso
Em que tudo regressa...
Sem pressa...
Depressa...
Tropeça...
Vento norte que me atravessa
Para ficar perdido no meu leito.
E na noite que se dança perto do peito.

7 comentários:

Delirius disse...

Ah! Pedro,
Que poema fantástico!
Fantástico!

Meu abraço.

A CONCORRÊNCIA disse...

Tenho saudades tuas, tenho saudades ...

Por isso e por partilhares connosco as tuas palavras deixo-te aqui um beijo e um sorriso acima de tudo amigo mas também doce ... como o teu olhar.

G... disse...

.
.
.
.
.
.
.
.
Recuperei o fôlego!....
.
.
.
.
.
Assimilei.
Será que assimilei?
.
.
.
.
Deixo-te o silêncio, que este teu poema é uma locomotiva que me esmaga, que se entranha.
E não sei dizer mais nada.

Maria disse...

Há noites em que não tenho palavras para ti. E estás tão perto...
Mas há dias que também não tenho. Nem para mim. Mas continuas sempre no meu peito.

Abraço-te.

mariam disse...

Pedro,

É soberbo! Gostei muito.

um abraço e o meu sorriso :)
mariam

Apenas eu disse...

Saudades, saudades, saudades...
O vento tem a força da minha saudade, o carinho do meu beijo e a ternura do nosso abraço.
Sempre.

beijo-te muito pois já há muito que não te beijo.

cristal disse...

Belíssimas...
as palavrasquedançamnanoitepertodopeito!!!


Abraço GRANDE,GRANDE,Pedro

aTuAaUsÊnCiA

A tua ausência morde-me o tempo e já não sei muito bem contar. Contar os dias que faltam ou contar os passos obrigatórios. Sabes que o me...