10 de maio de 2012

pRiMaR

Porque nos aromas da calmaria
Em cores e formas de um abraço
O meu canto é muito mais do que faço
Um sonho a comandar o passo
Com que o amor se anuncia

Levo na pele todo o calor assim
Na voz, o azul do mundo inteiro
Pedaços de vida em todo o seu cheiro
Como se cada beijo fosse o primeiro
Com que te dás e te prendes a mim



2 comentários:

Maria disse...

Hoje deixo-te um sorriso pelas flores. Por um pormenor nas flores.
Mais tarde venho reler o poema. Sei-te em estado de graça...

Abraço-te.

Liliana Lima disse...

Gosto de te ler assim, feliz!

Beijo

aTuAaUsÊnCiA

A tua ausência morde-me o tempo e já não sei muito bem contar. Contar os dias que faltam ou contar os passos obrigatórios. Sabes que o me...