17 de junho de 2013

oLh0s

Cada viagem, perto de mim, dentro de mim. Existo no percurso exato dos meus sonhos e medos. Das inquietas paisagens em mantos de ternura. Nada quero com a raiva. Os meus olhos são da forma do meu coração.

1 comentário:

Maria disse...

E são também da forma do meu coração.
Quero-te assim, exactamente como estás. Como te sentes. Como és, hoje.

E beijo-te...

aLuCiNaÇã0

Prometo-te um poema de amor, meu amor. Sim, hei-de chamar-te "meu amor"... Posso, meu amor? Gosto da palavra "amor&quo...