25 de agosto de 2011

cHoRaMaIsUmRi0


Chora mais um rio
Que desague numa praia feita de paz.
Depois,
Planta-lhe flores nas margens
Enfeita-lhe os silêncios
E
Com o cheiro das tuas mãos
Grita
Canta
Corre
Faz-te céu e vento forte!
Talvez assim...
Adormeça mais um dia da morte.

1 comentário:

Maria disse...

Não têm conta os rios que tenho chorado...

Abraço-te.

aLuCiNaÇã0

Prometo-te um poema de amor, meu amor. Sim, hei-de chamar-te "meu amor"... Posso, meu amor? Gosto da palavra "amor&quo...