8 de agosto de 2011

In

No céu à deriva, sem saber do tempo
Um sossego guardado
No infinito dos meus olhos...

2 comentários:

Maria disse...

Límpido olhar o teu... em que tenho saudades de 'entrar'...

Abraço-te.

OUTONO disse...

...guarda-o!!!!!!

aTuAaUsÊnCiA

A tua ausência morde-me o tempo e já não sei muito bem contar. Contar os dias que faltam ou contar os passos obrigatórios. Sabes que o me...