2 de janeiro de 2013

oMeUaMoR

No abraço sobre o mar
Na saudade plantada na terra do olhar
Nos beijos dados ao acordar
Nas mãos que se procuram para se dar...
O meu amor é um brilho que brilha em mim!

Nos passos de dança em todo o céu cantado
Nas ternuras do toque abençoado
No sussurro do regaço forte e apertado
No tempo que inventamos por todo o lado...
O meu amor é uma flor maior que um jardim!

Nas telas caiadas que um dia te pintei
Nos aromas da pele que sempre guardei
Na saudade com que te tenho e procurei
Em tudo o que existe porque sou rei!
O meu amor é o poema colorido das alegrias!

No vento, na falésia, no passado e no presente
No desejo, na fome, no caminho quente
Nas vertigens, no medo que também se sente
Na vontade que tudo seja eternamente...
O meu amor é lindo e por isso renasço todos os dias!

2 comentários:

Maria disse...

Abençoado tem de ser um amor assim
E guardado deve ficar no coração
Aberto com as flores do teu jardim
Aos acordes e sons de uma canção
Alimentado tem de ser um amor assim
Todos os dias e horas sem intervalo
A sede que se mata com chá de jasmim
A fome que vai embora com um robalo
Partilhado tem de ser um amor assim
Quero ver-te sempre assim contente
Se não houver cachaça teremos por fim
Vinho rubro da cor da nossa gente!

mar disse...

O teu amor é lindo Pedro. só assim tudo é eterno.
Fico feliz de te "ver" feliz.

beijo
M.

aTuAaUsÊnCiA

A tua ausência morde-me o tempo e já não sei muito bem contar. Contar os dias que faltam ou contar os passos obrigatórios. Sabes que o me...