11 de março de 2013

mArIaMeL

Que o mar te abrace à chegada
Nas suas águas carregadas de amor e paz
Que tudo o que tragas em pele abençoada
Se faça mel doce em pura madrugada
Perfume de sorrir cada estrada
Em passos onde tudo se refaz!

Vem cobrir o mundo do teu saber
Feito da paixão em jardim que se planta
Que em tudo o que tragas e em tudo o que se quer
 Se erga mais um punho combatente de mulher
Horizonte da ternura a refazer
O ciclo natural que de novo se canta!

2 comentários:

Carol disse...

Já não te visitava e lia aqui ... falha minha ... grave ... muito grave :)

Passo e deixo-te uma beijoca grande, carinhosa :)

Carol

Ailime disse...

Hoje regressei ao seu espaço e como sempre os seus poemas calam muito dentro de mim.Obrigada. Um beijo. Ailime

aTuAaUsÊnCiA

A tua ausência morde-me o tempo e já não sei muito bem contar. Contar os dias que faltam ou contar os passos obrigatórios. Sabes que o me...