23 de abril de 2013

PaLaVrA

Existe uma palavra cantada dentro de mim
Leva o azul do mar
A dança das ondas
A frescura da erva
O cheiro da terra
O sabor da pele do amor.
Existe uma palavra presa
Que livremente me embala
E me deixa no sorriso das memórias.
Uma palavra que se murmura nos silêncios
Um pequeno carreiro de me levar até ti
Por entre o que sinto e é verdade:
Saudade.

1 comentário:

Maria disse...

Tão bonito, Pedro!!!

Abraço-te.

m0rAsEmMiM

Moras na solidão mas os teus olhos são de mar Moras na solidão mas o teu bairro é a tua voz Moras na solidão mas o teu corpo é de bail...