11 de janeiro de 2014

cRiAnÇaFeLiZ

PelAs paredes seculares da história
Nos jardiNs da nossa memória
Todo o céu se cobriu d(n)a tuA voz potente
A noite fez-se em ternura doce e quente
E eu sorri. Sorri como uma criança feliz!
Pelas notas de cada mão aberta à arte
Nas cores que se pintaram por toda a parte
A tua voz potente, no miLagre de ti
Juntinho A cada um de nós, aquI
E eu sorri criança. Feliz!
No sabor de cada palavra, cada momento
Fogo-ventre em abraço leNto
Voz que o olhar entrega total
A quem ama e canta aSsim Portugal
E eu sorri feliz. Criança.





Sem comentários:

aLuCiNaÇã0

Prometo-te um poema de amor, meu amor. Sim, hei-de chamar-te "meu amor"... Posso, meu amor? Gosto da palavra "amor&quo...