29 de junho de 2009

vEm

Parte-se o poeta na solidão do seu remoinhoCerto de que na estrada o pó lhe serve de mantoPerdido na embriaguez de uma vida sempre sozinhoCansado por entre a sede, a dor e o espantoRompe-se a voz rouca da maré forte e fundaPerdida nos horizontes do vento, na cor cega dos jardinsCalada nos gritos em sangue e inquietação fecundaEm pesados calos, demasiados princípios e finsRecomeça-se a onda eterna da respiraçãoO amparo do fogo em nós queimadoA pele ainda quente desta imensidãoQue é ter-te assim tão longe, caminhando a meu lado

10 comentários:

Lídia Borges disse...

Começo a ficar sem palavras para comentar estes poemas, gritando à flor da pele, tão cheios de razão.

"Ter-te assim longe, caminhando a meu lado"

A ausência tão perto, faz doer!

Maria disse...

Sempre caminhei a teu lado sem te dares conta
Sempre te sorri nos caminhos sem me olhares
Perco-me sempre numa inquietação que encontra
No fim dos trilhos a respiração de todos os mares

Um beijo, Pedro

Apenas eu disse...

caminham a teu lado todos aqueles que te querem bem. a distância?
o que é isso?
ás vezes está-se tão perto e tão longe...
outras longe e perto, mesmo ao lado.
não me vês aqui :)) sempre?
Porquê?
Porque te acompanho, sempre e espero a onda que nos encharca de felicidade a mim e a todos os que te gostam como eu.

beijo meu
saudades

Tchi disse...

Assim, no sentir da derme. No sentir da alma. No sentir todo, tudo, em tanto sentir de sempre.

Beijinhos.

cristal disse...

Estar mas não estar...
Quão difícil se torna a caminhada!
No entanto, por vezes estando longe, está-se perto.

Belíssimo Pedro!

Um Abraço

... a cada instante ... disse...

Intensidade brutal a cada instante do caminho, da palavra, da Vida...
Parabéns, gostei muito.

margusta disse...

Gostei Imenso do que li...Senti o Poeta , nas palavras que nos unem...

Obrigada Pedro pela visita!

Carla disse...

essa ausência/presença que só os poetas sabem escrever
esse caminho partilhado que só os amantes sabem sentir!
belas e sentidas palavras.
Ainda para dizer que os meus "Sentires" ganharam finalmente a forma de livro
beijo

mariam disse...

"...QUE É TER-TE ASSIM TÃO LONGE CAMINHANDO AO MEU LADO"

tão bonito :)

beijinhos
mariam

Parapeito disse...

..."Que é ter-te assim tão longe, caminhando a meu lado"
Pois e como custa!!!
*****

LeGeNdA

Pac-man e suas princesas