9 de janeiro de 2011

rEvIsItAçÃo


Será que no vento cabem os nossos gritos?
Será que se aconchegam os nossos sonhos?
Os nossos medos medonhos?
Amores aflitos?
Será que as flores carregam o nosso perfume?
Será que se colorem os nossos cantos?
Os nossos desmaios em queixume?
Dores e espantos?

Será que existimos realmente...
.
.
.
.
.
.

21 de dezembro de 2006

2 comentários:

Maria disse...

Será que ainda vou a tempo de te dar o abraço que não te dei ontem?
Será que ainda sentes o calor do abraço que te dei ontem...

Apenas eu disse...

Ás vezes fico acordada de OLHOS FECHADOS que é para poder sonhar para dentro...

cqea

PoDeSeR

Pode ser que os dias sejam apenas ilusões Pode ser que cada sonho se limite ao sumo das canções Pode ser que um poema consiga abrir o mar Po...