26 de fevereiro de 2011

c0rAçÃoAuSeNtE


Um sorriso apenas...
Quem sabe em passo de dança!
Tempestade forte, em dores plenas
De chagas, explosões e esperança...

Um toque só...
Quem sabe um sonho a acordar!
Maré alta, terrível flor e nó
Que o meu peito não desfaz nem consegue acalmar...

Um beijo outra vez...
Quem sabe demorado e quente!
Cego, adormeço na espera que se fez
Este tempo do teu coração ausente...

3 comentários:

Eli disse...

Gosto dos sentimentos positivos que leio aqui. Continue.

Parabéns!

:)

Maria disse...

Palavras cheias de ti de tanto de mais.
É daqui que te sorrio e te dou uma flor. Branca e pura.
É por ti que o meu peito não se acalma. Coração presente.
É para ti que vai o meu beijo. Cheio da ternura do meu abraço.

Apenas eu disse...

seja lá o que for. venha daí o que vier, tu sabes que eu te entendo, não sabes? que eu estou sempre do teu lado mesmo quando não me vês?

Gosto muito de Ti Pedro como tal quero-te muito bem.

PoDeSeR

Pode ser que os dias sejam apenas ilusões Pode ser que cada sonho se limite ao sumo das canções Pode ser que um poema consiga abrir o mar Po...