1 de março de 2011

rEnAsCeR



Não darei voz ao silêncio
Basta o tremor de um sorriso
Vasto e colorido
Inquieto e preciso
Caminhando até ti...
O meu lugar é aí!
.
Não darei grito à solidão
Basta um toque de pele quente
Aragem doce de mel
Beijo forte e ardente
Dançando até ti..
O meu lugar é aí!
.
Não deixarei lágrimas por morrer
Basta aquele verso mais
Feito em mim sussurro e dor
Entre uma margem e um cais
Aninhado até ti...
O meu lugar é aí!
.
E agora?
Porque entre o tempo que parou
A voz que se cansou
O grito que se enraivou
Cada lago que construí
Foi MESMO por me saber aí, em ti!

4 comentários:

Apenas eu disse...

quase sempre comentar-te é um misto de prazer e dificuldade.
bebo as tuas palavras e penso que lugar bonito deve ser esse...

Um abraço bem apertadinho.

Maria disse...

Renasce em cada madrugada
Com sabor a mel ou talvez a nada
O teu lugar é aqui
Renasce em cada volta de mar
Sabendo que o vais conquistar
O teu lugar é aqui
Renasce ao som da canção
E nunca serás medo ou solidão
O teu lugar é aqui
Renasce por fim em cada abraço
Com cheiro a flor e a sargaço
Porque o teu lugar é aqui!

zmsantos disse...

Abraço-te meu irmão.

Aquarela disse...

Gostei de me saber aqui... aninhada na excelência do que li!

Muitos parabéns!

LeGeNdA

Pac-man e suas princesas