1 de junho de 2015

MeMóRiAs

Para lá da porta surgiste-me inesperada. E eu mantenho-me árvore.

1 comentário:

Maria disse...

Acho que reconheço esta porta................

aLuCiNaÇã0

Prometo-te um poema de amor, meu amor. Sim, hei-de chamar-te "meu amor"... Posso, meu amor? Gosto da palavra "amor&quo...