21 de junho de 2015

MoViMeNt0

São de pés e rugas os caminhos
De sal e sangue
O calor é em demasia
Mas nada fica na mesma
Quando a história avança.

Sem comentários:

aLuCiNaÇã0

Prometo-te um poema de amor, meu amor. Sim, hei-de chamar-te "meu amor"... Posso, meu amor? Gosto da palavra "amor&quo...