28 de janeiro de 2009

DuRaSoLiDã0


Virei-me para o outro lado
Carregado desta dura solidão
Grito o grito enternamente calado
De tanto ser maré, pedaço de carne e pão
Deixo-me cair, num silêncio embriagado
Vazio de mim, sem verso ou canção
Na pele, um sangue que corre envenenado
Nos olhos, os calos da palma da mão
Vejo passar as palavras em tom magoado
Rios de sangue e dor, lágrimas e paixão
De tudo, fica-me um aconchego desaconchegado
Um caminho de vertigem, fome e sofreguidão
Onde pára a magia do abraço já cansado?
Essa luz cega de queimar meu coração?
Ai, que saudades do futuro, do passado
Que do presente, me iludo, quem sabe em vão...
Seremos de novo magia e fado?
Melodias de tamanha inquietação?
O tempo... virá ditar o seu ditado
Enquanto me envelheço assim, sem dó nem perdão...
Vale a pena tudo isto, o brilho forte e delicado
Numa nuvem pousado na tua direcção?
Vale a pena um sonho assim acordado
Se da noite me consumo escravo no porão?
Mal sei da minha viagem onde tudo levo guardado
Dos que perdi... um enorme calor no coração
Dos que ganhei... um louvor de punho fechado
Mal sei da minha viagem, travessia e dura solidão

6 comentários:

Maria disse...

Vira-te para mim e dá-me o teu abraço
Deixa desaguar as lágrimas no meu peito
Que de te saber assim me embaraço
E o grito cala em vez de ser refeito
De tudo quanto disse nada guardei
Nem o sangue que jorrou do coração
E se um dia por acaso te beijei
De certeza que foi por ilusão
Nesta dor que me consome a tempo inteiro
No rio de toda a minha inquietação
Encontro nas tuas mãos o teu cheiro
E envelheço nesta dura solidão...

Bom dia, Pedro!
Um beijo

Apenas eu disse...

Dura solidão...
seremos sempre magia e fado num abraço dado apertado,embriagado de paixão.
Vale a pena tudo isto, valem as palavras, vale o sonho seja qual for a direcção, não te preocupes em dizer para onde queres ir, tu vais chegar.

Beijos Pedro
Muitos abraços.

Paula Raposo disse...

É. Assim. Beijos.

as velas ardem ate ao fim disse...

Como hj falavamos tb eu estou farta não da palavra mas do sentimento.


um bjo P

mariam disse...

Pedro,

um poema muito sentido. ou sentimento feito poema.
pois... nessa travessia (vida) há momentos de tudo, incluso de dura solidão...

um grande abraço, daqui até aí! :)
mariam

mariab disse...

à flor da pele de todo o sentimento. a solidão é uma longa caminhada.
beijos

LeGeNdA

Pac-man e suas princesas