15 de maio de 2009

iNvIsÍvElTeMpEsTaDe

Todos os cansaços perdidos no meu corpo.

Na corrente forte que o olhar não alcança.
Nos sonhos, na esperança.

Todos os cansaços que o meu coração não amansa...

Todos os cansaços feitos silêncios que gritam.

Na memória das canções da ternura.

Nos ventos, água pura

Que em mim se faz cal que perdura...

Todos os cansaços num verso que não cura.

Deixo-me cair nos cansaços de todos os dias.

Nas fontes que os meus passos transformam.

No vómito. No segredo. Na invisível tempestade.

No punho que avança sem medo.

Ser cansaço é ser vida.

Mesmo no lugar mais escondido do mar.

11 comentários:

susana disse...

Cansaços. Conheço esta sensação. São sempre o prelúdio da libertação!
Nem sempre consigo entender a essência dos teus poemas (limitação minha, não tua!), mas este entrou-me direitinho, correu-me pelos sentidos e veio desaguar nas palavras que aqui te deixo.
Bom fim-de-semana!

Maria disse...

É este teu cansaço que te dá força para o grito, para erguer o punho, para a Luta!

Um beijo, Pedro

Tchi disse...

Tu és incansável.

Tu mereces todos os aconchegos na luta quotidiana das ambiguidades.

Beijinhos.

Parapeito disse...

..e assim é a vida
:)
Dias cheios de brisas mansas*

Carminda Pinho disse...

Das tempestades invisíveis, saiem os maiores "trovões" da nossa alma.

AnaMar (pseudónimo) disse...

Descansa.
Porque eu sei o que é estar cansada. E não é vida. É indiferença. Para que o teu punho avance sem medo, é necessária energia.

É sempre tempo do descanso do Guerreiro. Sem desistir. Apenas des-can-sar...

Bj revigorante

Papoila disse...

O verso pode não curar mas alivia a dor...

BF

mariam disse...

Poeta,

já não vinha aqui há alguns dias.. perco-me nas tuas palavras, misto de correntes turbulentas e brisas suaves, tens esse condão...

sei dos cansaços também...

um grande abraço e um sorriso amigo :)
mariam

Ana disse...

Invisível tempestade a desvendar a força da poesia.
Um beijo.

cristal disse...

Há sempre uma força que rompe todos os cansaços!
Belo poema Pedro

Um Abraço
e
Boa semana

Sanxeri disse...

Ser cansaço significa que agimos, que fizemos algo que provocasse em nós esse cansaço. Quer dizer que vivemos!

aTuAaUsÊnCiA

A tua ausência morde-me o tempo e já não sei muito bem contar. Contar os dias que faltam ou contar os passos obrigatórios. Sabes que o me...