3 de outubro de 2010

dEsEsPeRo


Pega em mim tu que és vento. Embrulha-me nas tuas nuvens e leva-me ao céu. Tenho lá uma saudade à minha espera...

3 comentários:

Maria disse...

Também tenho. Mas não é a mesma saudade que a tua. Pego em ti, mesmo sem ser vento. Serei vento quando pudermos voar. E carrego-te ao colo, talvez encontremos as saudades que temos.

Já te disse que te amo?

OUTONO disse...

...saudades, que tenho...
...lá no céu....também!

Fizeste-me emocionar...mas ainda bem!

Um abraço!

zmsantos disse...

Quem dera que fosse assim tão fácil. Entre núvens. Entre ventos.
Já lá teria um colo de leite, e um prato de arroz-doce á minha espera...

Abraço.

aLuCiNaÇã0

Prometo-te um poema de amor, meu amor. Sim, hei-de chamar-te "meu amor"... Posso, meu amor? Gosto da palavra "amor&quo...