30 de julho de 2011

65

Porque os dias correm mais vazios
Porque os rios se encheram de saudade
Porque em cada pétala do meu jardim há uma lágrima quente
Porque trago a pele trémula
Porque os meus olhos se turvam nos caminhos
Porque continuo a amar
E a cantar
E a sonhar
E tudo o mais que me deste, mãe...
Lembras-te?
Nunca sabia se fazias anos a 30 ou a 31 e por isso te ligava a 30...
E acertava sempre!
Já não tenho essas dúvidas.
Fazes-me muita falta. Ergo o meu copo ao céu!
Parabéns.

Faria hoje 65 anos.

3 comentários:

OutrosEncantos disse...

te abraço, Pedro.

Maria disse...

Não tenho palavras para te deixar, hoje.
Apenas chovo. Contigo. E é no misturar desta água salgada que é nossa que te abraço. Sempre. Eternamente. E ternamente.
Beijo-te. Amo-te.

mariam disse...

Pedro,
beijinhos e um grande abraço!
mariam

aTuAaUsÊnCiA

A tua ausência morde-me o tempo e já não sei muito bem contar. Contar os dias que faltam ou contar os passos obrigatórios. Sabes que o me...