6 de novembro de 2008

aÇo

Da semente de tudo germinar
Ergue-se a minha voz quente
Na rouquidão de te cantar
Na lágrima que se sente
No pedaço da mão por abraçar
No bater do coração prudente
Da semente de tudo germinar
Caminho a eito praia fora
Passo seguro entre o respirar
Fogo de amor que se demora
Rasgo da pele que se abre ao acordar
Viagem de volta e de ir embora
Nascente de novo no meu olhar
Nos beijos eternos da inquietação
Sabe-me bem este regressar
Perto de mais da paixão!

12 comentários:

cristal disse...

Pedro

..."Sabe-me bem este regressar
Perto de mais da paixão"...

Que bom que assim é!

e...

Sabe bem vê-lo assim regressado em palavras cantadas, perfumadas de marés,germinadas da semente de tudo germinar...

Um Abraço amigo

Lúcia disse...

Quem final feliz, Pedro. Mais sereno, talvez.
O teu livro já está comigo, finalmente. )))
Beijinhos

BlueVelvet disse...

Que da tua inspiração germinem sempre paixões assim.
Veludinhos azuis

Maria disse...

Comovi-me.
Quase posso ouvir a tua voz quente
cantando todas estas palavras
da semente de tudo germinar
e de toda a tua inquietação
perto de mais da paixão...

Um beijo e um abraço, Pedro

Apenas eu disse...

Bom ler-te.
da semente de tudo germinar, da vida, dos passos e das paixões.
A viola dá o toque e a tua voz deixa-nos como diz a Maria e muito bem, comovidas...

Beijo Pedro.

AnaMar disse...

Hummm...tenho que arranjar maneira de te ouvir cantar...
Bj

mariam disse...

Pedro,
bem regressado, então!
comovida fico, e contente porque as palavras parecem ter serenado.
É lindo o poema!

um abracinho
e um :)

mariam

melgadoporto disse...

Germinar neste mundo requer força de aço.
Força do calor de uma mão que nos agarra.
Temperança de um abraço que nos oferecem.
Uns temos que implorar, outros recebem sem pedir.
Por isso uns germinam e outros definham…
Na paixão… na inquietação, do que foi…
Benditos os que chegam, dirão!
Abraços quentes os esperam…
Abnegados os que partem, e sentem!
Frio e abandono os cobrirão…
:-)

Maria disse...

A força do aço
na ternura
de uns olhos
de menino

Beijo de um dia novo!

Lídia disse...

... o regresso é sempre poderoso. Bj

Twlwyth disse...

SINTOnia.

Beijo

Maria P. disse...

Por vezes gosto só de te ler, e reler, nada digo...

Beijos*

aLuCiNaÇã0

Prometo-te um poema de amor, meu amor. Sim, hei-de chamar-te "meu amor"... Posso, meu amor? Gosto da palavra "amor&quo...