6 de novembro de 2011

rEcAd0

Que as sombras tragam a luz dos sonhos, meu irmão! Respiro-te na essência deste rio de corrente forte. As minhas mãos apertam as palavras que trazes fechadas no peito. Os meus olhos, a ternura do teu sorriso. A minha voz, a espera dos abraços...

1 comentário:

Maria disse...

Acho que des.aprendi uma certa forma de (te) respirar, amigo!
Mas ainda não perdi o jeito de te abraçar...

PoDeSeR

Pode ser que os dias sejam apenas ilusões Pode ser que cada sonho se limite ao sumo das canções Pode ser que um poema consiga abrir o mar Po...