1 de novembro de 2011

jAuLa

Se o sol se prende
Enfeitiçado de amor
Em passos leves mas pesados
Nada mais se entende
Nem a saudade louca da dor
Nem os dias são lavados

Se a luz cega
Os corações amantes 
Por entre palavras sempre novas
Tudo regressa no futuro que desassossega
Como as estrelas dos jardins dançantes
Que embalam todas as trovas

1 comentário:

Maria disse...

Todas as palavras são novas
quando ditas pela primeira vez
ao raiar do sol ou ao nascer da lua.
Todos os dias. Todas as noites.

PoDeSeR

Pode ser que os dias sejam apenas ilusões Pode ser que cada sonho se limite ao sumo das canções Pode ser que um poema consiga abrir o mar Po...