15 de novembro de 2010

FeLiZeSpArAsEmPrE

"... e foram felizes para sempre!" Porque nas histórias, mesmo nas mais tristes, quem escolhe é o poeta. Porque nas memórias, mesmo nas mais duras, quem decide é o amante. Porque nos sonhos, mesmo nos mais loucos, quem se inventa é o vagabundo. Porque nas janelas, mesmo nas mais fechadas, quem respira é o pássaro. Porque na pele, mesmo na mais fria, quem toca é o menino. Porque no olhar, mesmo no mais cego, quem pinta é o peregrino. Porque no leito, mesmo no mais silencioso, quem canta é o grito. Porque nos contos, mesmo nos mais fechados, quem escreve é o futuro. Porque em tudo o que se tem, mesmo que não se tenha, quem tem é quem quer ter!

3 comentários:

Maria disse...

Sei-te poeta amante e vagabundo. Pássaro às vezes menino sempre. Peregrino serás. Grito! És grito! Grito grito grito! A construir o Futuro que é nosso. E a teres tudo, porque assim o queres. E serás feliz para sempre...

OutrosEncantos disse...

... quem tem é quem quer ter, mesmo que não tenha...
... tem o sonho, que é o seu sorriso eterno, por isso é feliz para sempre.
Beijo, Pedro.

Apenas eu disse...

"... e foram felizes para sempre!"
assim seja! assim é a escolha do poeta... :)

beijo Pedro

aLuCiNaÇã0

Prometo-te um poema de amor, meu amor. Sim, hei-de chamar-te "meu amor"... Posso, meu amor? Gosto da palavra "amor&quo...