16 de fevereiro de 2008

iNsEpArAçÃo


Abro sempre a janela ao Sol. Mesmo que atrás da luz apareça uma sombra. Não vivem separadas, aliás... Como a palavra e o poeta.

4 comentários:

sombra e luz disse...

bom dia... às palavras e ao seu poeta... bom passeio...

Maria disse...

Bom dia, Pedro!
(mesmo a esta hora...)

nuvem disse...

Perfeito.

Beijo

cacau disse...

bom dia :)
muito giro o teu blog :) beijinhos

aLuCiNaÇã0

Prometo-te um poema de amor, meu amor. Sim, hei-de chamar-te "meu amor"... Posso, meu amor? Gosto da palavra "amor&quo...