2 de fevereiro de 2008

sÓcoR

Cada pincelada que me colocas no peitoSerá uma onda de pintar montanhasUm pequeno beijo nas dores tamanhasQue por vezes nos arrasam a eito
Cada pincel com que refazes todos os dedos da tua mãoSaberão das lágrimas em telas de tempestadesAmarelo, azul, verde... As cores de todas as liberdadesCom que te pintas, inundada de paixão

8 comentários:

tufa tau disse...

inundada de paixão pinto-me de todas as cores.
as livres, as soltas, as claras, todas as que me reflectem numa tela.
as electrizantes, as neutras, as garridas, todas as que coordenem.
as secas, os meios tons, as pardas, todas as que destoem.
as alegres, as outonais, as quentes,... todas as que couberem nas tuas mãos.

porque trazes estas palavras coloridas dentro de ti?
porque as deixas, e me fazes persegui-las até ti?

os meus dedos são pinceis e podem colorir uma tela de tempestade, ou bonança, dores ou prazeres, lágrimas ou sorrisos, liberdade ou prisão, montanhas ou vales...
a liberdade de um pintor é tão imensa como a de um poeta.

encontram-se num tela branca de armas na mão. entreajudam-se na escrita, pintada ou caligrafada.
fazem o mais completo quadro...
amarelo, azul, verde...

um pequeno beijo

pin gente disse...

uma pintura feita de palavras

não disseste que não sabias fazer desenhos nem pintar?
cada tua pincelada fez um pequeno quadro... um nú, uma paisagem, um beijo, um terramoto, um abraço, tristezas, cravos vermelhos, amores...

Maria P. disse...

A tela da vida...

Beijos*

Twlwyth disse...

Pinceladas de cores que pousam num coração ardente.

Beijo

Maria disse...

As cores da liberdade aqui, pintada por ti...

Beijo, Pedro

su disse...

A paleta de cores que te deixa sabem a todas as emoções que conduzem a mão da artista quando toca no pulsar do teu coração...assim vai desenhando, e construindo, e retocando um mundo inteiro para ganhar dentro de ti...

gabriela r martins disse...

pego em cada cor
ansiosa mente

subjugada

à tela
ou
ao poema?

.
.

um beijo

Paula disse...

Concordo que as tintas e os pinceis têm a sua importância!
Mas quem sabe se posso deslizar as próprias tintas de várias cores com a ponta dos meus dedos sobre o teu corpo e inundar-te de sensações que nem uma tela tem o poder de transmitir!...

Abraço

aLuCiNaÇã0

Prometo-te um poema de amor, meu amor. Sim, hei-de chamar-te "meu amor"... Posso, meu amor? Gosto da palavra "amor&quo...